betboo - Ônibus elétrico da BYD inicia teste em Curitiba para superar Volvo e Mercedes

0

BYD participa de edital público para fornecer ônibus elétrico para Curitiba. Veículo tem 250 km de autonomia e leva 170 pessoas

Curitiba inicia testes com um ônibus elétrico da chinesa BYD no transporte coletivo. Curitiba, ( Foto: Hully Paiva/SMCS )
Curitiba inicia testes com um ônibus elétrico da chinesa BYD no transporte coletivo. Curitiba, ( Foto: Hully Paiva/SMCS )

Curitiba, no Paraná, iniciará testes com ônibus elétricos na próxima sexta-feira, dia 28 de abril. A avaliação será feita com um modelo articulado da marca chinesa BYD. O coletivo circulará pelas rotas das linhas Interbairros II, Inter 2 e no Eixo Leste/Oeste. Esses testes fazem parte do plano de eletromobilidade do município, e terão duração de 30 dias, podendo ser prorrogados por mais 30 dias.

RecebanotíciasnoWhatsApp!
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
Assine nosso canal no Telegram

O teste com ônibus elétrico faz parte de um edital público que jaá conta com seis empresas cadastradas, além da BYD: Eletra, Volvo, Mercedes, Higer e Marcopolo. Até outubro, serão testados oito veículos dessas empresas. Os resultados dos testes serão utilizados para elaborar o edital de compra dos primeiros ônibus elétricos que farão parte da frota municipal em 2024. Esses veículos trafegarão nas linhas Inter II, Interbairros 2 e Eixo Leste Oeste, que transportam cerca de 370 mil pessoas por dia.

Os ônibus elétricos são considerados o futuro da mobilidade nas grandes cidades, por não emitirem CO2 e por terem baixo ruído. Esse tipo de transporte é uma das principais agendas da cidade. A meta é que, até 2030, 33% da frota de ônibus de Curitiba deverá operar com emissão zero, alcançando 100% até 2050.

O ônibus BYD que será testado tem carroceria da Marcopolo, é articulado, de piso baixo, com capacidade para 170 passageiros, autonomia de 250 quilômetros e carregamento de bateria em quatro horas. Curiosamente, o ônibus não vai ser utilizado por passageiros!

É que o veículo fornecido tem portas de embarque do lado esquerdo e não direito, como pede a operação no transporte coletivo. “Se for aprovado nos testes, no entanto, o ônibus terá que ser produzido dentro das especificações do município”, diz Celso Lucio, gestor da área de especificação e inspeção de frota da Urbs, empresa pública responsável pelo gerenciamento do transporte.

Para simular o peso dos passageiros, o veículo será carregado com bombonas de água. As baterias serão recarregadas durante a noite na garagem da empresa Glória. Doze motoristas, incluindo duas mulheres, serão treinados para dirigir o ônibus da BYD durante o período de testes.

Confira estes conteúdos que estão bombando:
DPVAT 2023: seguro obrigatório não será cobrado
Porsche 918 Spyder tem o IPVA 2023 mais caro do Brasil
BOATO: mensagem no WhatsApp engana sobre Taxa de Licenciamento

Para garantir a eficácia do teste, a BYD e a URBS definiram o trajeto que o ônibus elétrico irá percorrer. O veículo vai trafegar em trechos de diferentes topografias, com diferentes altitudes e velocidades, para testar como ele se comporta nessas condições.

O edital de chamamento público para a realização dos testes com os ônibus elétricos foi lançado em 2021. A iniciativa faz parte de um plano maior de Curitiba, que busca reduzir a emissão de poluentes e tornar o transporte público mais sustentável e eficiente. A cidade já é conhecida por seu sistema de transporte público de alta qualidade, que foi implantado na década de 1970 e se tornou referência internacional.

Segundo a prefeitura, a transição para uma frota de ônibus elétricos será feita de forma gradual, para garantir que o processo seja bem-sucedido.

Além da BYD, Eletra, Volvo, Mercedes, Higer e Marcopolo vão testar seus veículos ao longo deste ano. Os resultados dos testes serão usados para orientar a escolha dos ônibus elétricos que farão parte da frota municipal a partir de 2024.

Em setembro do ano passado, outra montadora chinesa, a Higer, fez uma demonstração do seu ônibus elétrico em cinco linhas do transporte coletivo de Curitiba. Na ocasião, 3.923 pessoas utilizaram o veículo.

A Higer deve voltar a fazer testes nesse ano, dessa vez já dentro do edital de chamamento público para avaliação técnica. (Fonte: Redação e Prefeitura)

CONFIRA:

Semáforo sonoro: saiba como utilizar e veja lista em Curitiba

Citroën C3 Aircross: SUV do C3 quer ser o terror da Spin

Blazer EV: SUV 100% elétrico já está em testes no Brasil