Fortune Tiger - BYD supera Ford e vira a quarta maior marca do mundo em agosto

0

Montadora chinesa teve aumento de 5% nas vendas globais. BYD lidera mercado de carros elétricos no Brasil no período, provocando ira de rivais

A BYD alcançou o quarto lugar no ranking de fabricantes de automóveis que mais vendem no mundo, de acordo com uma pesquisa da TrendForce, uma empresa especializada em mercado automobilístico. Esta posição foi obtida às custas da Ford, que experimentou uma queda nas vendas em agosto e foi ultrapassada também pela Hyundai.

A Toyota mantém sua liderança global com 9,8% de participação de mercado, segundo o levantamento da consultoria. Segundo a empresa , foram vendidos 5,5 milhões de veículos nos 37 principais mercados do mundo, incluindo o Brasil. Em segundo lugar está a Volkswagen, com 6,5% de participação, seguida pela Honda, com 4,9%. A BYD ocupa o quarto lugar, com uma fatia de 4,8% das vendas totais.

RecebanotíciasnoWhatsApp!
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
Assine nosso canal no Telegram

Para alcançar essa posição, a BYD registrou um aumento de 5% nas vendas em relação a julho, enquanto a Ford experimentou uma queda de 6,7% no mesmo período. Grande parte desse crescimento é atribuída ao mercado chinês, que viu a venda de 1,9 milhão de carros em agosto, de acordo com a CPCA (Associação de Automóveis de Passageiros da China).

Embora a BYD domine o mercado local na China, com uma participação de 12%, a empresa também tem se expandido no mercado internacional, incluindo a Europa. Nos últimos 12 meses, a fabricante exportou mais de 150 mil veículos, o que tem levantado preocupações tanto entre fabricantes locais quanto entre as autoridades europeias.

LEIA:
Dono protesta com Volvo XC40 queimado na porta da concessionária
GWM Haval H6 vende mais que Corolla Cross em maio
VÍDEO | Nissan Sentra 2023 Exclusive ganha pelo design e conforto
Jeep Renegade é investigado pelo MP por grave defeito
Novo carro popular: Governo reduz imposto para modelos até R$ 120 mil

O aumento nas vendas de marcas chinesas também tem incomodado marcas já tradicionalmente instaladas no Brasil. Lideradas pela Anfavea, as rivais querem que o governo acabe com isenção de imposto para carros elétricos importados.

Por sinal, a BYD é líder no mercado brasileiro de veículos elétricos com seu modelo Dolphin, um hatch compacto que custa a partir de R$ 149,8 mil. Após esse lançamento, todas as outras marcas tiveram que reduzir o preço dos seus modelos 100% elétricos.

BYD Song Plus: rival híbrido de Jeep Compass e outros SUVs médios
BYD Song Plus: rival híbrido de Jeep Compass e outros SUVs médios

Recentemente, a BYD alcançou um recorde de vendas no Brasil, com 603 unidades de veículos elétricos vendidas em um único sábado. Para fins de comparação, todas as outras montadoras que comercializam veículos elétricos no país somaram 511 emplacamentos durante todo o mês de agosto.

A marcha chinesa realiza no próximo 8 de outubro o lançamento da pedra inaugural da sua planta de Camaçari, comprada da Ford. O complexo industrial da BYD representará um investimento de R$ 3 bilhões e incluirá um centro de pesquisa e desenvolvimento, com planos de desenvolver produtos para o mercado nacional. Entre os destaques está a produção do primeiro veículo híbrido plug-in a etanol do país. A fábrica começará suas operações com a nacionalização do veículo elétrico Dolphin e do SUV híbrido Song Plus.