Interrupção de chamada

Notícias

Interrupção de chamada - Fiat Strada vai mal em crash test do Latin NCAP

Líder de vendas no Brasil, Fiat Strada dá vexame em crash test. Airbag lateral é questionado pelo Latin NCAP: ‘não significa que funcione’

Thiago Ventura

Uma má notícia para milhares de proprietários do carro mais vendido no Brasil. A Fiat Strada acaba de ser reprovada em teste de impacto feito pelo Programa de Avaliação de Veículos Novos para América Latina e o Caribe (Latin NCAP), divulgado nesta quinta. A picape compacta recebeu apenas uma estrela de segurança e foi criticada por estrutura instável e airbags laterais de baixo desempenho.

RecebanotíciasnoWhatsApp!
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
Assine nosso canal no Telegram

Também vendida como Ram 700, a Fiat Strada é produzida na planta da Stellantis em Betim (MG) e teve apenas uma estrela tanto na versão cabine simples como dupla. Curiosamente, a cabine simples alcançou 47,47% de proteção para adultos contra 41,39% da cabine dupla, que tem quatro airbags de série.

Em relação à proteção para crianças, a Fiat Strada cabine simples teve índice de 22,08% e 40,23% em proteção de pedestres e usuários vulneráveis das estradas. A picape recebe avaliação de 41,86% em relação aos sistemas de assistência à segurança. Já a cabine dupla apresenta índices de 52,96% em ocupante criança, 40,23% em proteção para pedestres e usuários vulneráveis das estradas e 48,84% em sistemas de assistência à segurança.

O grande problema apresentado pelo Latin NCAP está no impacto frontal, que revelou estrutura instável, sobretudo na área dos pés.  O pior, contudo, está no impacto lateral de poste: os airbags laterais da versão de cabine dupla, mostraram acionamento incorreto e tamanho reduzido. Para a entidade, o equipamento oferece deficientes de proteção da cabeça e do tórax, o que implica em alta probabilidade de ferimentos com risco de vida.

Leia também:

Leia também:

Dia D da Fiat oferece Toro com R$ 21 mil de desconto
Teste | Fiat Strada Ranch: câmbio automático é destaque
Argo 2023: Fiat muda grade, mas esquece algo
Fiat Fastback: cara de Pulse e traseira de BMW

O resultado do teste contraria versão apresentada pela Stellantis, de que a bolsa lateral seria suficiente para compensar a ausência de seis airbags. O Latin NCAP lembrou o caso do Renault Sandero, que também foi reprovado pela mesma falha e acabou obrigando a empresa francesa a mudar o seu projeto.

“A Fiat mais uma vez decepciona com um pobre resultado após o mau desempenho do Argo/Cronos no ano passado. Estes modelos estão entre os mais populares da região. É preocupante que os fornecedores globais de autopeças continuem a oferecer sistemas de retenção na América Latina sem a robustez esperada para os cenários de teste do Latin NCAP, como fazem para outros mercados, como Europa, EUA e Austrália”, declarou Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP.

O especialista ainda criticou o grupo, uma vez que concorrentes têm conseguido cinco estrelas em carros para o mercado latino. “Enquanto a General Motors e a Volkswagen já avançaram em direção a veículos mais seguros, visando modelos 5 estrelas, a Fiat (FCA) ainda não alcançou mais de uma estrela nos protocolos de testes atuais”, completou.

O Latin NCAP ressaltou a crítica no airbag lateral. “Este desempenho do airbag lateral é uma preocupação do Latin NCAP e demonstra mais uma vez que ter um elemento de segurança não significa que ele funcione corretamente e ofereça proteção adequada”,diz o relatório.

Por outro lado, a entidade revela que a proteção dos ocupantes crianças foi boa nos testes de colisão, mas a pontuação geral foi afetada devido à falta de ancoragens e sinalização i-Size, pela indisponibilidade em todos os mercados onde o modelo é vendido. A falta de frenagem autônoma de emergência (AEB), sistemas de suporte de pista (LSS), detecção de ponto cego (BSD) e sistemas de limitação de velocidade explicam a baixa pontuação em aspectos de sistemas de assistência à segurança.

“Uma pontuação tão baixa para a Stellantis faz com que pareça muito ruim em termos de segurança veicular. Com um modelo tão popular na região, só podemos denunciar a Stellantis por esta prática discriminatória em relação aos consumidores da América Latina e do Caribe. Sabemos que a Stellantis produz carros com padrões de segurança muito altos, mas dado o fraco desempenho demonstrado no teste do Latin NCAP do Fiat Strada/Ram 700, podemos ver que ela está incorrendo na prática perniciosa de duplo padrão”, declarou Stephan Brodziak, Presidente do Conselho de Administração do Latin NCAP.

A Fiat e Ram ainda não se manifestaram.

Thiago Ventura

Thiago Ventura é jornalista especializado em veículos e fotógrafo. Com mais de dez anos de jornalismo online, tem passagens por portais, jornais e TV dos principais veículos da imprensa mineira hfzhpx.com@citiz.com

Posts recentes

Conheça o carro que vai pagar R$ 562 mil de IPVA 2024 em SP

Superesportivo é avaliado em R$ 14 mi e São Paulo tem três unidades registradas. IPVA…

13 horas

Carros elétricos: vendas globais em tendência de baixa

Mercado de carros elétricos começa a arrefecer na Europa e em outros mercados. Audi adia…

13 horas

Reforma tributária vai incentivar produção de carros elétricos no Nordeste

Stellantis e BYD serão beneficiadas pela Reforma Tributária promulgada pelo Congresso. Nordeste, Norte e Centro-Oeste…

2 dias

GM, Volks e Toyota são derrotadas na Reforma Tributária

Montadoras queriam vetar incentivos para fábricas no Nordeste, Norte e Centro-Oeste. Reforma tributária é benéfica…

3 dias

Niro Rio Open Limited Edition chega por R$ 222 mil

Modelo híbrido ganha série especial inspirada no aberto de Tênis. Niro Rio Open Limited Edition…

3 dias

Motofest nos Quilombos de Brumadinho: evento terá moto e gastronomia

Brumadinho volta a receber encontro de motos. Motofest nos Quilombos terá música e gastronomia em…

1 semana
Interrupção de chamada Mapa do site